A lenda do aedo


peonies-806580_960_720

se nem classificado

como vivo o era

e em post mortem

espelhou a ira

que subiu a sua cara

 

contando histórias

de segunda

e suando bicas

nos poemas

relinchando

crispou a crina

 

canhestro!

ocre nas pupilas

tato refutado

sobrancelhas traiçoeiras

cuspiu de canto o bardo

 

até que à platéia

percebeu a VITA

e…foi assim que

completou a frase

que há tanto procurava

 

e ainda que gostasse

e castigasse como

a um “VUDUÍSTA”

a Morte encontrou

a VITA e se perfumou

bem vigarista!

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s