Trechos dos retalhos meus ( Para a angústia, nada! ) – parte XIII


dawn-190055_960_720

Se é nocivo, pode ser veneno e carece de antídoto antes que influencie nas tuas rotina e caminhada. Se carregas o angor e se internalizas, adoeces e; se exteriorizas, podes fazer sofrer, e se perdem riquíssimas oportunidades de lançar energia limpa para todos os lados ( razão pela qual estamos aqui…para “iluminar” ).
Aos males da alma não se aplicam intervenções cirúrgicas ( nunca vi agendado uma “angustiectomia” na prancheta do centro cirúrgico ).
A farmacologia alicerçada pelo DSM ( Manual Diagnóstico e Estatísco de Transtornos Mentais ) e alinhavada pela sanha da indústria bioquímica, sem acompanhamento adequado, pode até comprometer a autonomia e os sensos crítico e cognitivo de qualquer pessoa predisposta e; por essas razões, estigmatizar.
A saída então? Talvez seja a “re-entrada”! Deixa-te tocar pela simplicidade, seja “infante”, adota caretas, e peça perdão a tudo o que abandonastes em detrimento do teu prazer e que te fazia…feliz!
E pensar que abristes mão de tudo porque “já és adulto” e tudo aquilo não combinava mais…postura…inadequada.
Li um artigo de um grande amigo que mencionava entre outros extraordinários pontos de reflexão, que “somos especialistas em criar necessidades”. Aplauso!
Aonde estou indo agora? Fazer regressão e já volto! Alguém me acompanha?

Anúncios

25 comentários sobre “Trechos dos retalhos meus ( Para a angústia, nada! ) – parte XIII

  1. O DSM …. ah….. meu enfeite na estante….. da mente … que “mente” …. acho que somos especialistas em criar “especialidades” …. e daí nos perdemos do todo….. o texto está ótimo… o DSM nem tanto….. porém necessário….. rs ( lembrei de uma música do Ney, “mal necessário”) … ou não ….

    Curtido por 1 pessoa

  2. Uma eterna alquimia. Trabalhar um lado pra evoluir o outro.
    Não é fácil, as vezes, parece sem saída. Há coisas que te entregam com um sorriso que, se internaliza faz mal a si, se não, faz mal aos outros. Eu, respiro. Quando vejo (aquela górgona. Se lembra?) querendo sair algo que vai magoar, respiro. Mas acabo internalizando mesmo. Como diz uma amiga minha (astróloga): alguém com tantos planetas na casa 8 e 9, não deveria abrir a boca se não está muito bem. rsrs Por via das dúvidas, me calo e respiro. Nem sempre dá certo, mas funciona bem.
    Minha criança está sempre por perto, sempre. É ela quem me salva. 😀
    Não preciso de muito, sou feliz com bem pouco. É como você diz, simplicidade. É a chave.
    Bjooooo Hang

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s