O mito


sou totem e creiam:
não morri ainda
sou devir e outro
sou uno nas razões
da minha insignificância
do meu estado de corpo
sobrou pouco e…
sou pleno e morte
minha caminhada
é leve agora
é indivizível

sou vida também
embora meu discurso
seja reprovável
enquanto vida
sou imoral e perigoso
minhas incisões
denotam arquetipos
do tabu e…
quais sejam as razões
de rasparem a minha pele?

tudo acabou:
sou totem
sou uno
e agora
sou tabula rasabank-1008108_960_720

Anúncios

17 comentários sobre “O mito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s