Transitivo e indireto


transitivo

sobre as têmporas
temporais e papilas
degusto em ômega
por exigência
da massa que acinzenta
embora me preocupe
ao desgosto das pupilas
quando do resto
sou manobra e;
do que ouço, otalgia
quando assombram
até mesmo meus fantasmas
a que meu hálito denuncia
por meu traquejo elitista
ops! etilista
por chafurdar no transitivo
do verbo “lamar”, eu “lamaria”

foto: Paulo Motta, do blog paulonaofazideia.wordpress.com

 

Anúncios

10 comentários sobre “Transitivo e indireto

    • É por essa isso que escrevo Laynne: quais sejam as razões, seguramente vem de leituras como a sua, que se apropriam da matéria-prima da poesia que me instiga e me provoca. Esse “assombramento” me alimenta e se desenrola na minha consciência. Fascinado por você aqui, por seu carinho e particular preocupação em registrar tuas emoções. Gosto de gente e você é uma espécie do mais alto quilate!
      Abração querida Laynne

      Curtido por 1 pessoa

      • Own… que lindo Hang! É muito bom ler algo assim de algo que passa tanta credibilidade! Obrigada, prometo fazer merecer toda a sua consideração!

        Grande abraço e vou ficar aguardando ansiosa um tutorial seu e se permitir republicar por aqui no meu espaço!

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s