O Teatro da Palavra em Os Ângulos da Casa: obra da poetisa Hirondina Joshua


thumbnail_img_20161115_123058

HIRONDINA JOSHUA

Nasceu em Maputo, Moçambique, a 31 de Maio de 1987. Está integrada em várias antologias. É colaboradora de várias revistas, jornais, sites, blogs nacionais e internacionais. Foi distinguida com a menção extraordinária no Premio Mondiale di Poesia Nósside edição 2014.

Por: Jaime Munguambe

A História de qualquer literatura não é concreta como podemos nalgum momento cogitar, é um corpus abstracto e quimérico, isto porque está em frequente engenharia e transmutação histórica. Marcha o tempo em todos os lugares do mundo e em todas as literaturas. Nesse contexto, novos paradigmas se solidificam com a aparição de novas vozes literárias. Vozes vindas das casas interiores do corpo humano que também e uma casa.

Tais vozes literárias surgem na pluralidade das literaturas mundiais e expõem a essência humana através da encenação da palavra no palco dos nossos itinerários e no território do nosso pensamento. São essas vozes que fazem da literatura uma verdadeira relíquia de virtudes. Através do teatro da palavra, o que peculiarmente podemos designar por poesia; este minério que se extrai no sobsolo da imaginação.

No marchar do tempo literário em Moçambique, há quem nos seduz com o seu trabalho artístico, dai se torna difícil ficarmos grudados à indiferença. O livro Os Ângulos da Casa de Hirondina Joshua é um arquétipo desse género que nos alicia e nos puxa inevitavelmente ao colo da satisfação humana, é uma obra que nos alimenta a bulimia do espirito que é vítima das vicissitudes da vida, dos vários momentos que visitam os seres inseridos em vários contextos sociais.

A obra da Hirondina Joshua é universal, tem traços do cosmopolitismo, há um sentimento de pertence a uma nação – o mundo. Testemunha o poema com doses de uma filosofia:

Encheram as mãos e as cabeças.

Cantaram as canções dos pássaros.

Brilharam.

Encheram espaços.

Perseguiram os mais fortes.

Distraíram os preguiçosos.

Sob as canções dos pássaros inventaram outras.

As mãos sanguinárias eram limpas.

Esperavam por alguém com olho infestado e uma alma branca.

A respiração poética acima delineada faz parte de um universo de textos que compõem Os Ângulos da Casa, obra da Hirondina Joshua esta que nos traz a sedução da linguagem em delírio, com um dizer incomum das coisas por nós conhecidas, tais coisas metamorfoseadas porque lhes foram emprestadas a magia da vida com o talento da imaginação.

Ler Os Ângulos da Casa é como que adentrar num mundo pela primeira vez e se surpreender com a existência das coisas, ficamos perante um texto-mundo e através dele aprendemos a viver doutra forma e juramos que a vida cinzenta da humanidade dos nossos tempos pode ser de uma outra cor, mais causticante, mais viva e mais próspera para todos nós.

Anúncios

2 comentários sobre “O Teatro da Palavra em Os Ângulos da Casa: obra da poetisa Hirondina Joshua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s